Por que a Sociologia incomoda?*

Por que a Sociologia incomoda?*

Cristiano Bodart, doutor em Sociologia (USP) Professor do Programa de de Pós-Graduação em Sociologia (Ufal)

Por que a sociologia incomoda? Essa indagação é recorrente dentre os que iniciam suas “aventuras” no campo da Sociologia. Além de incomodar é perigosa e, consequentemente, gera perigos aos que a utilizam. Incomoda os que dela se utilizam, assim como aos que não a usam em suas práticas compreensivas da realidade social. Ela incomoda quando nos faz insatisfeitos frente aos problemas sociais e incomoda aos que desejam que esses problemas não sejam revelados. Gera perigo porque sociólogos tornam-se alvos de perseguições políticas.

.
Em regimes autoritários uma das primeiras práticas dos governantes é tentar eliminar a Sociologia (seja perseguindo os sociólogos, reduzindo investimentos nos cursos etc.) . Sociólogos são ameaças a tais governos por desvendar seus aspectos, funcionamentos e objetivos. No Brasil, durante a Ditadura Militar, professores de Ciências Sociais e de Filosofia foram expulsos do país, cursos fechados ou vigiados. Era o ataque do regime a seu grande e perigoso inimigo. Ao se apresentar como ameaçadora, acaba gerando, em última instância, perigo ao seu “possuidor”, podendo ser perseguido e/ou assassinado. Hoje, a Sociologia continua incomodando a ponto de ser pauta do presidente, divulgado nota contrária a essa ciência nas redes sociais.
.
Os que se utilizam da Sociologia são, por ela, constantemente incomodados. Incomodados pela luz que passam a ver, estando fora da “Caverna de Platão”. A Sociologia nos faz enxergar a exploração do homem sobre o homem, os interesses de grupos, as nefastas intenções políticas e os indesejáveis jeitinhos nas práticas cotidianas. Passamos a notar a “microfísica do poder” que mantém a estrutura hierárquica social, os machismos e as demais discriminações veladas, entre tantos fenômenos sociais que passam a nos afligir. A Sociologia acaba sendo um incômodo por nos persuadir a “remar contra a correnteza”, a ler o mundo “à contra pêlo”, a se colocar contrário a muitas coisas que estão enraizadas nas relações sociais.
.
Pierre Bourdieu já dizia que a Sociologia é um campo de batalha. Ela incomoda aqueles que se beneficiam do status quo, isso porque desvenda, interpela e o questiona. Assim, sociólogos são, quase sempre, indesejáveis por aqueles que se beneficiam da “ordem das coisas”.
.
A criticidade que desperta a Sociologia sobre aqueles que a busca o leva a se posicionar quase sempre contrário ao consenso, este enraizado nas mentalidades, o que gera mal estar. Mas um mal estar necessário para a construção de uma sociedade melhor. Com posse da “imaginação sociológica”, verás que  a batalha estará armada e a luta é árdua. Com o tempo notarás que não serás mais o mesmo, pois a Sociologia nos impele à luta, nos incomoda… e de uma maneira diferente incomoda os poderosos.
.
.

***

.
.
Nota:
*Texto originalmente publicado no Blog Café com Sociologia em abril de 2015 e atualizado em abril de 2019.
Cristiano Bodart

Doutor em Sociologia pela Universidade de São Paulo (USP), professor do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal de Alagoas (Ufal). Docente do Centro de Educação da Ufal.

View more articles Subscribe
Leave a response comment1 Response
  1. michelle pereira rocha de souza
    julho 03, 13:36 michelle pereira rocha de souza

    Interessante e verdadeiro. Com o tempo notamos que não somos mais quem éramos…

    reply Reply this comment
mode_editLeave a response

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu
%d blogueiros gostam disto: