O Federalismo Americano e o Federalismo Brasileiro

O Federalismo Americano e o Federalismo Brasileiro

Por Caio dos Santos Tavares*

O Federalismo Americano e o Brasileiro

O Dialogando trás um vídeo que tem a finalidade de ajudar na compreensão do papel do livro o Federalista na consolidação dos sistemas políticos americano e brasileiro. Então, o refiro livro é produto das reuniões que aconteceram na Filadélfia em 1787, foram escritos 85 artigos que serviram para elaboração da constituição dos Estados Unidos.

A saber esses artigos foram escritos por: Alexander Hamilton que ocupou importantes funções administrativas, ao passo que foi o primeiro secretário do Tesouro dos Estados Unidos, James Madison nos anos de 1809 e 1817 permaneceu no cargo de Presidente dos Estados Unidos, assim sendo o quarto a exerce essa função, já o John Jay foi integrante da Suprema Corte dos Estados Unidos, de tal sorte que chegou a ser presidente da suprema corte.

Nesse sentido, esses três homens (Alexander Hamilton, John Jay, James Madison) em 1787 participaram da reunião realizada em Filadélfia que tinha o objetivo de reexaminar os artigos da confederação. Ao propósito o contexto histórico desse encontro era marcado por uma série de questionamentos a modelo de organização do Estado americano. Visto que em meados do século XVIII, a guerra pela independência que aconteceu entre os anos de 1775 e 1783. Uma vez que o motivo da batalha era insatisfação das três colônias com a metrópole inglesa. Posto que a solução para esse embate foi as convenções de Filadélfia que iniciou em 1774. Por consequência desse cenário tivemos a elaboração de um conjunto de artigos que referendou a constituição americana vigente até os dias atuais.

Ou seja, quando assistimos noticiário que informar que os estados nos E.U.A possui uma grande autonomia em relação a união. Isso ocorre em virtude daquilo que está promulgado na constituição americana que é a divisão do poder entre os entes federativos. Nesse sentido, é levado em consideração que cada estado possui características distintas. Portanto, cada estado, por exemplo, tem a liberdade de elaborar suas leis como de posse de armas, eleitoral e casamento etc. Em suma, ao invés de termos a concentração do poder na união esse poder é descentralizado.

A constituição do Brasil de 1988, assim como, outras constituições são inspiradas pelo documento americano. Nesse sentido, entender essa obra em certa medida contribui para entendermos o modo que funciona o Estado brasileiro.

O que você vai ver no vídeo:
  • O contexto histórico da criação do federalismo, O que é confederação e república, O que é o sistema de freio e contrapesos e como podemos analisar a obra com a realidade brasileira.
Conheça o participante do vídeo:

Ranulfo Paranhos dos Santos Filho

Doutor e Mestre em Ciência Política pela Universidade Federal de Pernambuco (DCP/UFPE), com graduação em Ciências Sociais (Bacharelado e Licenciatura) pela Universidade Federal da Alagoas (UFAL). Professor Adjunto do Instituto de Ciências Sociais da Universidade Federal de Alagoas (ICS/UFAL) e Professor do Mestrado Profissional em Políticas Públicas (MPPp/UFPE). Desenvolve pesquisa na área de Estudos Legislativos, Partidos Políticos, Eleições, Judicialização, Improbidade Administrativa e Corrupção. Tem experiência profissional em elaboração de diagnósticos de assentamentos rurais (INCRA/2004), Consultoria Política Parlamentar e Elaboração de Projetos de Lei para gabinete parlamentar na Assembleia Legislativa do Estado de Alagoas (ALE), além de consultoria em Pesquisa de Opinião e Eleições.

Inscreva-se no o canal Dialogando no youtube!
Nota:

* Graduado em Ciências Sociais e mestrando em Sociologia (UFAL). Atualmente desenvolve a sua dissertação que tem o intuito de compreender o senso prático sociológico de Fernando de Azevedo que o levou a produzir relevantes compêndios de Sociologia, mesmo não sendo formado em Ciências Sociais ou em Sociologia. Tem experiência na área de educação e novas tecnologias, com ênfase em ensino de Sociologia e redes sociais. Integra o núcleo de estudos e pesquisa em ensino de ciências sociais do instituto de Ciências Sociais (Xingó/Nepecs) e o grupo de pesquisa sobre o ensino de conhecimentos das Ciências Sociais (Consciências-Sociais). Lattes AQUI

E-mail: [email protected].

Facebook: facebook.com/caiosantosdialogando .

Instagram: https://www.instagram.com/caiodossantostavares/

DIALOGANDO – #COMPARTILHANDO CONHECIMENTO

Cristiano Bodart

Doutor em Sociologia pela Universidade de São Paulo (USP), professor do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal de Alagoas (Ufal). Docente do Centro de Educação da Ufal.

View more articles Subscribe
comment No comments yet

You can be first to leave a comment

mode_editLeave a response

Deixe uma resposta

menu
menu
%d blogueiros gostam disto: