Charles Wright Mills ( Texas, 28 de agosto de 1916 — Nova Iorque, 20 de março de 1962) .
Sociòlogo norte-americano, mestre em artes, Filosofia e Sociologia pela Universidade do Texas. Doutorou-se em Sociologia e Antropologia pela Universidade de Wisconsin. Foi professor de Sociologia das Universidades de Maryland e Columbia.
 
Ficou conhecido por seu livro "A Imaginação Sociológica," publicado em 1959.
 
"Nele o autor faz um apelo para que sociólogos não deixem a imaginação e a criatividade de lado, ao exercerem sua profissão, em favor de uma pretensa objetividade e neutralidade do trabalho científico.
"Uma das críticas de Mills à sociologia era de que esta deveria ser acessível à compreensão do grande público. Esta sua crítica fazia parte de seu argumento maior de que o intelectual deveria manter uma postura crítica e reflexiva diante da realidade, e assim tomar parte nos debates públicos de sua época.[...] Para Mills, a racionalidade do mundo ocidental da atualidade não produziu a indispensável libertação do ser humano, já que as principais idelogias desenvolvidas - capitalismo e socialismo - não se mostraram aptas a prever e controlar intensos processos de mudança social" (http://pt.wikipedia.org/wiki/Charles_Wright_Mills).

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião a respeito desse tema ou a respeito da postagem. Dê mais vida ao blog, comente!