A sugestão é:
Após trabalhar a temática "status sociais" é possível aprofundar a questão mostrando a peculiaridade do Brasil em usar uma frase (Você sabe com quem está falando?) para se impor por meio de seu status social. Trata-se de relações conflituosas, a qual pode ser exemplificada com um estudo de caso (que indico abaixo).
Segue abaixo...


Nome do artigo: “VOCÊ SABE COM QUEM ESTÁ FALANDO?” ESTUDO SOBRE HIERARQUIA E PODER
                     Ricardo Franklin Ferreira e Mário Kitsuwa


Resumo


A mídia noticiou uma decisão judicial obrigando funcionários da portaria de um condomínio a tratar por ‘doutor’ ou ‘senhor’ um juiz que lá residia. Baseado nesse caso, o presente artigo analisa como se dá o exercício de poder numa sociedade hierarquizada, como a brasileira. A partir de pesquisa documental, foram coletados alguns documentos expedidos pelo condômino-juiz, como a petição e a apelação, bem como decisões expedidas pelo Poder Judiciário. Os resultados indicaram que todos os envolvidos fizeram uso de estratégias, buscando satisfazer a seus interesses, sugerindo que o poder não é privilégio exclusivo de
alguma categoria social, mas um recurso distribuído em toda a sociedade. Constatou-se, ainda, a predominância de uma lógica hierárquica em todos os discursos. Múltiplos fatores parecem contribuir para a manutenção desse modo de pensar, trazendo assim implicações para a construção da democracia.

Palavras-chave: poder; hierarquia; relações de dominação; Psicologia Social.

Para ter acesso ao artigo completo basta acessar http://online.unisc.br/seer/index.php/barbaroi/article/viewFile/938/1089

1 comentários:

  1. Existe sim uma lógica hierárquica nas relações sociais do dia a dia. Em cidades do interior quando não se é "doutor" pergunta se: "você é filho de quem?"; "quem é sua família?"

    Quero aproveitar e lhe convidar para ler “Meu blog é um bicho (Top 100)” no meu http://jefhcardoso.blogspot.com
    Será um prazer lhe receber.
    Convido-te para ler algo em http://jefhcardoso.blogspot.com

    “Para o legítimo sonhador não há sonho frustrado, mas sim sonho em curso” (Jefhcardoso)

    ResponderExcluir

Deixe aqui sua opinião a respeito desse tema ou a respeito da postagem. Dê mais vida ao blog, comente!