É comum, nós professores de Sociologia, encontrarmos dificuldades para despertar o interesse dos alunos para a Sociologia.


Gostaria de postar algumas sugestões que podem minimizar tais problemas.

O problema de hoje:
Tenho notado que a Sociologia, por ter apenas uma aula semanal, é muitas vezes vista como uma “disciplina menor”. Os alunos acabam não se preocupando em estudá-la como deveria. Diante dessa situação, o que fazer? O ideal é sempre frisar a sua importância.

Exemplo: Ao tratar do tema classes sociais, busque não apresenta-lo apenas de forma “fria”. Apresente diversas perspectivas e opiniões, inclusive a sua (mas deixe claro que trata-se de sua opinião e não uma verdade absoluta).

Caso seja a sua posição, busca demonstrar sua indignação frente as desigualdades sociais. Mostre que existem várias correntes sociológicas, inclusive uma que aponta para a existência uma estrutura que o explora e que dificulta sua ascensão social (pensamento marxista).
Uma outra possibilidade é iniciar a aula falando de algum acontecimento social da semana e mostrar-se crítico (ir a raiz do problema, levantar questões...), apresentando um olhar sociológico do fato. Assim os alunos desejarão ter a mesma capacidade critica.

Caso tenha alguma dica, fique a vontade para comentar.

4 comentários:

  1. Sociologia deve ser tratada com centralidade, o professor não pode induzir o aluno a ter determinada bandeira, os problemas devem ser identificados, estudados e debatidos, o esforço caminha para uma sociologia neutra sem juízo de valores. A maior questão a sociologia do ensino médio não é o método de ensino, pois é comprovado que é uma disciplina que consegue aborda o meio que alquile indivíduo está imerso.O maior problema é o que vai ser abordado em sala de aula, os clássico??? E como???

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. Não vejo nenhum problema o professor apresentar o que ele acredita, desde que deixa claro que é apenas uma das várias formas de enxergar e interpretar a realidade social.

    ResponderExcluir
  4. Um aluno me disse, durante uma aula, com aquela cara de "eureka", que, após me ver discorrer sobre diversos temas, não acreditava que fosse possível que um professor de sociologia não se posicionasse ideologicamente. Realmente, considero a neutralidade impossível, frente à própria diversidade da sala de aula. Entretanto é possível e necessário garantir uma abordagem científica, buscando as divergências e as convergências do assunto abordado com as diferentes linhas teóricas, principalmente as clássicas, que o aluno já deve conhecer. Devemos lembrar que a ciência não é "fria", mas o cientificismo, sim.

    ResponderExcluir

Deixe aqui sua opinião a respeito desse tema ou a respeito da postagem. Dê mais vida ao blog, comente!